Curta brasileiro ganha prêmio gay no Festival de Berlim

"O curta "Tá", do brasileiro Felipe Sholl, ganhou nesta quinta-feira (14) um dos prêmios Teddy, concedidos anualmente pelo Festival de Berlim às melhores produções de temática gay selecionadas para o certame.


"Tá", uma metáfora de cinco minutos de duração sobre a sexualidade e a intimidade no meio gay, é a estréia de Sholl na direção de filmes.

Outra produção agraciada com o Teddy foi o longa islandês "The Amazing Truth About Queen Raquela", que narra as desventuras de uma transexual filipina que sonha em encontrar um namorado ocidental.

Na categoria documentário, o prêmio foi para o filme alemão "Football Under Cover", que narra a organização de um jogo de futebol feminino entre uma equipe iraniana e outra de Berlim.

Já o Teddy do júri foi para "Be Like Others", uma co-produção entre Estados Unidos, Canadá e Irã que relata o complicado processo para uma operação de mudança de sexo neste último país.
 
 
Parabéns ao pessoal que fez valer esse trabalho! Parabéns mesmo!


Escrito por Epa RJ BR às 15h24
[] [envie esta mensagem] []



Surfistas lésbicas são destaque do reality show que estréia nessa quarta no canal Multishow

"Aconteceu nessa quarta, 13/2, a estréia de Curl Girls, no canal Multishow. O programa é um reality show que acompanha um grupo de seis amigas lésbicas da cidade de Los Angeles.

 
As meninas são amantes de surfe, o que proporciona a exibição dos corpos, saradérrimos por sinal, das moças.

O relacionamento entre elas é ponto forte do reality, que trata a sexualidade do grupo da maneira mais natural possível.
 
No primeiro episódio o namoro de Melissa e Jessica está em crise, depois que Jessica beijou outra garota num clube.
 
Já Erin e Vanessa estão num disputa para saber quem será a líder da equipe de surfe.

Curl Girls
Multishow - Quartas às 23h15
Reprises - Quintas às 03h, Sábados às 04h30 e Domingos às 04h
  
 



Categoria: Mídia
Escrito por Epa RJ BR às 01h03
[] [envie esta mensagem] []



Por Uma Parada Gay Nacional

"A conquista de direitos se dar através da luta continua, ou seja, precisamos sair às ruas para reivindicar políticas públicas e essa conquistar só será alcançada através da pressão, pois tenho visto que não basta colocar mais de três milhões de pessoas nas ruas de são Paulo.

É necessário realizar uma grande mobilização política para pressionar o congresso nacional brasileiro a votar as diversas leis apresentadas e agilizar os avanços já conquistados no atual governo do presidente LULA.

Por fim deixo aqui uma sugestão a ABGLT para apresentar um projeto de uma Parada Gay Nacional Reivindicatória em Brasília onde todos os grupos GLBT`S se mobilizariam para enviar delegações de ônibus.

Grupo Afirmação Homossexual Potiguar
José Dantas de Oliveira Filho" Enviado por email (CNN gay).

É um caso bem interessante a se pensar, não acham?



Categoria: Movimento GLBT
Escrito por Epa RJ BR às 01h02
[] [envie esta mensagem] []



Agora já temos onde levar pilhas/baterias (Banco Real) e óleo de cozinha (Lojas Extra)

"A partir de agora as Agências do Banco Real e as lojas do Extra estão com programa de reciclagem.

Sabe aquelas pilhas e baterias usadas que não sabemos o que fazer com elas? Pois é, agora está fácil! Basta levá-las a qualquer agência do Banco Real e colocá-las no Papa- pilhas. Este é mais um programa de reciclagem promovido pela instituição.
As pilhas e baterias de celulares, câmeras digitais, controle remoto, relógios, etc, contém materiais que contaminam o solo e os lençóis freáticos deixando-os impróprios para utilização, podendo provocar problemas à saúde, como danos para os rins, fígado e pulmões. São eles: cádmio, mercúrio, níquel, chumbo.

Não esqueça: o Papa-Pilhas está disponível em todas as unidades do Banco Real.

Também já temos onde levar o óleo de cozinha usado para reciclar! As
lojas do Extra, que já reciclam outros tipos de resíduos, como papel, vidro, plástico e metal, reciclarão também óleo de cozinha!
Você sabia que apenas 1 litro de óleo despejado no esgoto polui cerca de um milhão de litros de água ou o que uma pessoa consome em 14 anos de vida?
E ainda provoca a impermeabilizaçã o dos leitos e terrenos próximos, contribuindo para a ocorrência de enchentes.

Como fazer:
Depois que o óleo usado esfriar, armazene em uma garrafa PET daquelas de 2 litros, se possível transparente. Tampe bem a garrafa e deposite-a no coletor de lixo de cor marrom da loja Extra, indicado para esta finalidade.

Todo óleo de cozinha coletado será encaminhado pela cooperativa às empresas recicladoras, que o utilizarão como matéria-prima para a produção de biocombustível.

Se o Extra mais perto de sua casa ainda não tem o coletor apropriado, ligue para o SAC da empresa: 0800-7732732, e peça para que seja providenciado.

Independentemente disso, pare imediatamente de jogar óleo pelo esgoto. Armazene em garrafas e jogue no lixo reciclável, e não no esgoto.
Não esqueça: o Coletor Marrom está disponível em todas as Lojas do Extra.


Se você quer ajudar mais:
Divulgue este e-mail para todas as pessoas que assim como você se preocupa com nosso Planeta. É assim que ajudamos a construir um mundo melhor.
" Enviado por email (CNN gay).

É bom aproveitar essa oportunidade para não maltratarmos ainda mais a mãe natureza.



Categoria: Celebridades
Escrito por Epa RJ BR às 00h58
[] [envie esta mensagem] []



Jean Wyllys comenta a participação do psiquiatra gay do BBB 8

"Primeiro participante gay a vencer o programa “Big Brother Brasil”, Jean Wyllys, em entrevista à Folha Online, fez críticas ao psiquiatra gay Marcelo, que permanece na conquista por 1 milhão na casa do BBB 8.

“No início do programa, Marcelo se tornou um mala ao tentar usar sua homossexualidade para produzir um conflito na casa. Através de frases e choros forçados, Marcelo apelou para a dramaturgia pobre que o transformou num candidato a vilão desta edição”, declarou Jean.

Após a briga do médico com Fernando, Jean percebe que Marcelo agora faz parte de um conflito entre sua orientação sexual e sua aparência física “Sem ter precisado forçar a barra, Marcelo agora faz parte de um conflito em que sua orientação sexual (ele é gay) e sua estética (ele é gordo) são usados pelos seus adversários (Fernando e Rafinha) para desqualificá-lo.”

Jean, porém, afirma que a “postura combativa e de enfrentamento dessa homofobia velada tem sido exemplar."

Para os fãs de Jean Wyllys, vencedor do programa “Big Brother Brasil 5”, a declaração do médico Marcelo Arantes sobre sua orientação sexual não teve o mesmo efeito que a de Jean.

"O Marcelo poderia muito bem se utilizar desse espaço televisivo para passar uma imagem positiva do gay, e não apenas a imagem da ganância e do desejo de ficar milionário da noite para o dia, sem trabalhar", afirma Edmar Mascarenhas, fã de Jean Wyllys que denomina Marcelo como mais um “enlatado” da Globo.

Na casa, Marcelo já disse que nunca participou de uma parada do orgulho gay e que não pretende levantar nenhuma bandeira política. 
por Acapa" Enviado por email (CNN gay).

Penso que o problema maior é insistência na comparação do Marcelo com o Jean. Independentemente de qualquer abordagem, não podemos nos esquecer de que cada pessoa é diferente. O Marcelo jamais agirá como o Jean e vice-versa; o que temos de ter em mente é que cada um faz sua própria história.



Escrito por Epa RJ BR às 00h56
[] [envie esta mensagem] []



43,7% dos soropositivos maiores de 15 anos descobriram tarde ter HIV

"Um estudo divulgado pelo Ministério da Saúde do Brasil nesta quinta-feira, dia 14 de fevereiro, mostra que 43,7% dos soropositivos de 15 anos ou mais descobriram tardiamente que eram portadores do HIV.

O estudo, baseado em dados da aids no Brasil entre 2005 e 2007, revela ainda que desse total, 28,7% estavam em estado grave de saúde e por isso morreram logo no início do tratamento.

"Esse dado mostra que ainda temos muito o que fazer para melhorar a detecção da doença", afirmou Mariângela Simão, coordenadora do Programa nacional de DST-Aids.

Ainda de acordo com o relatório, o Brasil gastou com medicamentos anti-retrovirais 26% menos em 2007 comparado com 2006. Ano passado foram gastos R$ 710 milhões, sendo que em 2006 o gasto foi de R$ 960 milhões.
 
por G Online" Enviado por email (CNN Gay).

Neste caso, a melhor solução é a prevenção. E, para haver prevenção, é preciso tirar a cabeça debaixo da terra e encarar a questão de frente: os adolescentes praticam sexo e devem ser orientados desde cedo para o sexo seguro.



Categoria: Saúde
Escrito por Epa RJ BR às 00h52
[] [envie esta mensagem] []



Governo Federal solta nota de repúdio contra agressão na APOGLBT em SP e assassinatos em Recife

"A Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República emitiu nesta terça-feira, 12, uma nota oficial de repúdio à agressão sofrida pelo presidente da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo, Alexandre Peixes, ocorrida na tarde de segunda-feira, dia 11. De igual forma, repudia também os assassinatos de três travestis no estado do Pernambuco, no último final de semana.

Segundo a Secretaria, tais atitudes ferem os princípios básicos da Declaração dos Direitos Humanos. "A homofobia, explícita na violência física ou moral, limita o exercício dos direitos de todo cidadão e não pode encontrar espaço em nossa sociedade. Um Estado Democrático de Direito não pode ser conivente com práticas sociais e institucionais que criminalizam, estigmatizam e marginalizam as pessoas por motivos de sexo, orientação sexual ou identidade de gênero."
 
por MixBrasil" Enviado por email (CNN gay).



Categoria: Movimento GLBT
Escrito por Epa RJ BR às 00h49
[] [envie esta mensagem] []



Séries Contra Homofobia, veja os vídeos

"Nestes vídeos está a preocupação da comunidade GLBT em alertar a todos contra a homofobia no país e o quanto é importante você saber onde está localizado o Centro de Referência da sua cidade mais próximo. Em caso de dúvida, denúncia entre em contato com eles.

 

Veja aqui as listas de Centros de Referência pelo BRASIL.

 

Centros de Referência Centro-Oeste e Sul - http://www.athosgls.com.br/militancia_visualiza.php?contcod=21363

Centros de Referencia Norte, Nordeste e Sudeste - > http://www.athosgls.com.br/militancia_visualiza.php?contcod=21362" Enviado por email (CNN gay).



Categoria: Movimento GLBT
Escrito por Epa RJ BR às 01h06
[] [envie esta mensagem] []



Tirinha lésbica brasileira ganha prêmio da Associção de Quadrinistas e Caricaturistas de São Paulo

"O prêmio Angelo Agostini, tradicional premiação de arte seqüencial realizada no Brasil, criado pela Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas de > São Paulo, premirará Anita Costa Prado, que assina a tirinha lésbica Katita, em sua 24a. edição, que acontece neste sábado, 16/02. O prêmio tem por objetivo homenagear e resgatar a referência aos grandes artistas do quadrinho nacional. O nome do prêmio é uma homenagem ao criador da primeira história em quadrinhos do Brasil, publicada em 1869, Angelo Agostini.

Os premiados da 24ª edição serão Laudo Ferreira Júnior, escolhido como melhor desenhista de 2007; Anita Costa Prado, como melhor roteirista; Márcio Baraldi, eleito o melhor cartunista de 2007; o livro "Menino Carangueijo", como melhor lançamento do ano, da Splinter Comics e o fanzine "Justiça Eterna", de Sérgio Chaves.

A entrega do prêmio acontecerá no dia 16 de fevereiro, a partir das 13 horas, no Senac Lapa.
 
por MixBrasil" Enviado por email (CNN gay).

Escrito por Epa RJ BR às 01h04
[] [envie esta mensagem] []



Nasce Uma Estrelinha

"O humor ácido do nosso colaborador Vlamir Marx já pode ser conferido de mais uma forma: através dos quadrinhos.
 
Um ursinho gay (ainda sem nome) acaba de nascer e desfilará pelo universo cor-de-rosa vivendo situações diversas e discutindo as relações humanas, como promete seu criador. Um dos amigos do ursinho é Walter, uma lésbica muito mal-resolvida. Outros personagens, como a travesti Orgna Lady-Anne, irão surgir nas próximas edições que pretendem ser semanais. >
 
Desenhado de forma totalmente artesanal, os quadrinhos "não têm a pretensão de nada além de divertir", diz Vlamir.  A escolha de personagens 'ursinos' se explica porque o autor é um ursinho assumido, amante dos peludos e de tudo o que diz respeito aos 'bears'.
 
As aventuras do ursinho serão publicadas exclusivamente pela CNNgay para seus assinantes através do blog, orkut e envio de e-mails. Sugestões de nomes para esta estrela que acaba de nascer podem ser enviados diretamente à CNNgay (ccngay@hotmail.com) ou para o próprio autor (vlax10@yahoo.com.br).
by CNNgay " Enviado por email (CNN gay).



Categoria: Mídia
Escrito por Epa RJ BR às 00h47
[] [envie esta mensagem] []



Marcelo conta a Gyselle como se tornou gay

"Depois de uma hidro, Marcelo conversou com Gyselle onde revelou muitos detalhes da sua adolescência e como começou a gostar de homens. O médico não ficou envergonhado e Gyselle apenas escutou.
Tudo começou aos 18 anos quando Marcelo foi a uma boate. Porém, aos 17 anos, o médico revelou ter perdido sua virgindade com uma menina, sua namorada na época. "Foi quando ela passou no vestibular, ai transamos", disse Marcelo.
Gyselle apenas olhava curiosa a revelação do seu amigo. Foi então que Marcelo disse que aos 18 anos, percebeu que tinha interesse em homens. "Pra mim, gay naquela época se vestia de mulher". O brother completou dizendo que começou com um joguinho de uma amiga e um amigo, que ambos gostavam de Marcelo. Até que um dia eles saíram e Marcelo acabou ficando com um outro rapaz.
Na boate, aconteceu então o primeiro beijo de Marcelo, que marcou sua vida. Tanto que ao viajar para Londres, Marcelo reencontrou com esse rapaz.
O médico finalizou dizendo que esse rapaz o deixou meio desiludido quando o trocou por outro amigo: "Tive varias namoradas depois disso, mas continuava encantado por homens".
 

UOL" Enviado por email (CNN gay).
 
Acho que o termo ideal não seria se tornar, mas se descobrir; afinal, acredito que esse desejo fica encubado durante anos e muitas pessoas e, de repente, eclode, como uma erupção vulcânica. Ou, como se diz por aí, gay não nasce nem se torna; estréia.



Categoria: Mídia
Escrito por Epa RJ BR às 01h56
[] [envie esta mensagem] []



"Acham que eu sou gay", diz Rafinha

"O participante mais assediado pelas mulheres no programa "Big Brother Brasil 8", o músico Rafinha, disse que faz sucesso com o público masculino também. Ele explicou que não é homossexual, mas que em Campinas, cidade onde mora, muitos homens o abordam.
"Sabia que lá em Campinas todo mundo acha que eu sou gay?", contou. "Quando eu saía por lá, um monte de homem chegava em mim... Quando era mais novo, eu tinha um pouco de preconceito, ficava bravo... Mas agora não", completou.
 
Nesta oitava edição do programa um participante assumiu ser homossexual: o médico Marcelo. No entanto, ele afirmou já ter namorado várias mulheres e mostra muito carinho pela piauiense Gyselle. >
O programa é transmitido pela Rede Globo após a novela "Duas Caras".
 
por Folha Online" Enviado por email (CNN gay).

E pode deixar que vai continuar sendo assediado e adorado pelos gays. Quem mandou nascer bonito, né? hehehe



Categoria: Mídia
Escrito por Epa RJ BR às 01h53
[] [envie esta mensagem] []



A orientação sexual das músicas

"Por: Henrique D´Agostino

 

Música tem sexo? Parece que para alguns, sim. E também para a gravadora Sony Music que anunciou recentemente a criação do selo ‘Music with a Twist’ e deve compilar apenas artistas das chamadas ‘músicas gays’.

 

A notícia tem causado certa polêmica na comunidade GLBT já que novamente separa artistas ao invés de uni-los. Durante toda a história contemporânea da música, especialmente desde a era ‘disco’ dos anos 70, cantoras como Donna Summer e Gloria Gaynor e grupos como Village People sempre tiveram um apelo muito forte entre os homossexuais.

 

Dos anos 80 para cá a situação não é muito diferente com as estréias de Madonna e George Michael nas paradas musicais. Não dá para esquecer de Cher, cuja legião de fãs gays cresceu após a ruidosa relação com sua filha lésbica, Chastity Bono.

 

Hoje, a cena musical gay volta às excentricidades de Madonna que agora divide holofotes com Kylie Minogue, Paulina Rubio, Beyoncé e a simpática banda Scissor Sisters, além dos israelenses Maya e Ivri Líder.

 

> Na prática, em todas as pistas o que dá o tom colorido às canções é de responsabilidade dos DJ´s e dos estilos que os acompanham. A força do house tribal junto com a novidade do electro disputa qualquer música que pode se tornar hino gay, mesmo que não tenha nascido para isso. O mais importante, ao final é que gays e heterossexuais possam degustar simplesmente a boa e livre música sem orientação sexual.

por AthosGLS" Enviado por email (CNN gay).

Acho que tudo depende do ponto de vista. Se levarmos isso ao pé da letra, poderemos chegar à conclusão de que determinada letra é profundamente hétero e tudo o mais. Enfim, acho que uma música é gay quando ela fala de desejo e sentimentos relativos aos homos.



Escrito por Epa RJ BR às 01h52
[] [envie esta mensagem] []



Documentário sobre cinema gay de todos os tempos passa na TV paga

"Além da sessão Filmania, que este mês exibe um filme gay por semana, o canal a cabo Cinemax, da TVA, traz também outras atrações da mesma temática. O documentário "A Fabulosa História do Cinema Gay" ( Fabulous! The Story of Queer Cinema, EUA, 2006 ) é uma dessas pérolas.

O longa de 82 minutos foi dirigido em dupla pelas fofas Lisa Ades e Lesli Klainberg, ambas lésbicas atuantes na comunidade cinematográfica glbt americana.

O filme traz uma estrutura de colagem, com trechos de diversos filmes marcantes e clássicos do cinema americano que, ao longo de 6 décadas, ousaram falar no surrado amor que não ousava dizer seu nome. Misturados aos trechos, tem depoimentos de inúmeras personalidades - diretores, produtores, atores e atrizes - ligados à essa história.

De Gus Van Sant a John Waters, de Ang Lee a Todd Haynes, passando pelo ator inglês Ian McKellen e a atriz americana Heather Mattarazzo - os dois últimos, gays assumidos -, e até mesmo um depoimento de arquivo do mitológico Andy Warhol. Todos comentam suas experiências ao lidar com o tema gay nos filmes. >

Através dos trechos dos filmes, o documentário vai esboçando um panorama da homossexualidade nas telas, desde o tempo em que o assunto era proibido e exibido clandestinamente, época do filme "Os Pervertidos" (Fireworks, 47, de Kenneth Anger), até os ventos mais arejados de "O Segredo de Brokeback Mountain" (05, de Ang Lee), sucesso comercial mundial.

Enfim, um filme obrigatório para curiosos e estudiosos da questão. Não confundir com outro documentário parente deste, "A Incrível História do Cinema Gay" (Schau Mir In Die Augen Kleiner / Here's Looking at You Boy, Alemanha/EUA, 2007), exibido no Brasil em 2007 durante o 15o Festival Mix Brasil da Diversidade Sexual. Neste, dirigido pelo alemão André Schafer, a estrutura é semelhante, costurando trechos de filmes com depoimentos - a diferença é que abrange cinema gay do mundo todo, enquanto "A Fabulosa..." focaliza somente o cinema gay americano.

"A Fabulosa História do Cinema Gay" passa no Cinemax em diversas sessões em fevereiro e março, confira a programação no site do canal.
 
por MixBrasil"Enviado por email (CNN gay).

Quem tem acesso a esse canal, pode ver e comentar depois, seja aqui, seja e qq outro lugar.



Categoria: Mídia
Escrito por Epa RJ BR às 01h43
[] [envie esta mensagem] []



Rio: estilistas travestis promovem desfile na Lapa

"Está marcado para o dia 11 de fevereiro um desfile no bairro carioca da Lapa da loja Transforma-ser, que reúne peças criadas por estilistas travestis. A loja existe há um ano e é ligada à ONG Agentte (Associação das Travestis da Lapa).

As roupas são produzidas por travestis que fizeram, em 2005, um curso de moda na França. O evento comemorativo de um ano de vida da loja será realizado na calçada, com um desfile das peças da coleção.
 
As modelos são as próprias travestis atendidas pelo projeto. Além de loja de roupas, o espaço conta ainda com um serviço de customização, onde os clientes podem levar peças de casa para serem transformadas.

O desfile começa às 20h do dia 11 de fevereiro na Avenida Mem de Sá, 100, Lapa.
 
http://mixbrasil.uol.com.br/mp/upload/noticia/11_101_65281.shtml " Enviado por email (Central de Notícias Gays).
 
É imprescindível prestigiar iniciativas como esta. Vamos lá!


Escrito por Epa RJ BR às 01h39
[] [envie esta mensagem] []



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Informática e Internet, Cinema e vídeo, Jornais e Revistas
MSN - Pergunte



Histórico
Categorias
Todas as mensagens
Celebridades
Saúde
Livros
Mídia
Movimento GLBT


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Plantão do Mastro
Usina Elmond - Romances de Diversidade Sexual
Grupo Arco-Íris de Conscientização Homossexual
ABGLT - Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais
Gay Brasil
Guia Gay Brasil
ABRAT GLS - Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes
Armário X
GGB - Grupo Gay da Bahia
Mix Brasil
A Capa - Notícias
G Magazine online
GLS Planet
UOL Gay
Feira Moderna - Arte Homoerótica
Edições GLS - Grupo Summus
CNN Gay - Notícias
Cena Carioca
Adriana Nunan - Psicóloga
Rádio Web Circuito Mix
GLX
Klecius Borges - Terapeuta afirmativo para Gays, Lésbicas e Bissexuais
Gay Travel Brasil
G Brasil Turismo
Rio Gay Brasil - Turismo Gay
Boite1140 - Jacarepaguá
Boite Dama de Ferro - Ipanema
Galeria Café - Ipanema
Boate La Cueva - Copacabana
Boite Le Boy - Copacabana
Boite La Girl - Copacabana
Boite Cine Ideal - Centro
Boite Papa G - Madureira
ABIA - Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS
Café Cuba - Rio das Ostras
Up Turn Bar - Barra da Tijuca
Jornal O Sexo