Movimento GLBT


1ª Conferência Regional GLBT

"No próximo dia 7 de março acontecerá em Cabo Frio a 1ª Conferência Regional de Políticas Públicas para Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais da Baixada Litorânea. O encontro pretende reunir representantes da sociedade civil e membros do Poder Público com o propósito de discutir os objetivos das Conferências Estadual e Nacional, além de identificar estratégias de implementação de políticas voltadas para a comunidade GLBT da região.

A Conferência está sendo organizada pelas ONGs "Cabo Free" e "Iguais", de Cabo Frio e pelo "Projeto Procura", de Rio das Ostras, sob a supervisão do Fórum Fluminense GLBT e coordenação da Superintendência de Direitos Individuais, Difusos e Coletivos da Secretaria de Direios Humanos do Governo do Estado.   
 
por MixBrasil" Enviado por email (CNN ay).



Escrito por Epa RJ BR às 23h08
[] [envie esta mensagem] []



CONFERÊNCIA REGIONAL GLBT DOMINGO

"CRDH MDS - ONG MOV. DIVERSIDADE SEXUAL
 
CONVIDAMOS O PÚBLICO GLBT DAS CIDADES DE SÃO JOÃO DA BARRA, SÃO FCO DE ITABAPOANA, CARDOSOS MOREIRA, SÃO FIDÉLIS, CAMPOS, CONCEIÇÃO DE MACABU, QUISSAMÃ, CARAPEBUS E MACAÉ PARA A CONFERÊNCIA REGIONAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS GLBT NO PRÓXIMO DOMINGO DIA 2 DE MARÇO, EM MACAÉ/RJ. ENTRE EM CONTATO CONOSCO PARA SUA INSCRIÇÃO:(22)92274300/99031716. SUA PRESENÇA É MUITO IMPORTANTE!
 
por CNNgay" Enviado por email (CNN gay).



Escrito por Epa RJ BR às 23h07
[] [envie esta mensagem] []



Seminário sobre políticas e direitos homoafetivos entre mulheres acontece no RJ

"O Movimentro D'Ellas, em parceria com a ABGLT e com a Secretaria de Políticas para Mulheres, realizará entre 25 e 27 de abril, no Rio de Janeiro, o II Seminário "Fortalecendo, Informando e Articulando Mulheres Lésbicas, Bissexuais e Transexuais da Região Sudeste".

 
O objetivo do encontro é desenvolver diretrizes para a viabilização do entendimento, da articulação e do fortalecimento das experiências homoafetivas entre mulheres.

Durante o Seminário, temas como Identidade de Gênero, Discriminações, Conflitos, Violências, Família e Construção de Direitos também serão amplamente abordados.
 
Para o planejamento e desenvolvimento das atividades, que ocorrerão no estilo de rodas de conversa e grupos de trabalho, será necessário que as participantes enviem, junto com a ficha de inscrição, um diagnóstico detalhado sobre as formas de discriminação e de violência praticadas em seus espaços de convívio.

As inscrições poderão ser feitas pelos e-mails: fortalecendo@yahoo.com.br ou fortalecendo@orgulho.org, ou ainda serem enviadas pelo correio diretamente para a sede do Movimento D'ELLAS, localizada na Av. Rio Branco, 131, 16º andar, Rio de Janeiro - CEP: 20040-006.
>  
http://mixbrasil.uol.com.br/mp/upload/noticia/2_146_65477.shtml" Enviado por email (Central de Notícias Gays).



Escrito por Epa RJ BR às 10h50
[] [envie esta mensagem] []



Por Uma Parada Gay Nacional

"A conquista de direitos se dar através da luta continua, ou seja, precisamos sair às ruas para reivindicar políticas públicas e essa conquistar só será alcançada através da pressão, pois tenho visto que não basta colocar mais de três milhões de pessoas nas ruas de são Paulo.

É necessário realizar uma grande mobilização política para pressionar o congresso nacional brasileiro a votar as diversas leis apresentadas e agilizar os avanços já conquistados no atual governo do presidente LULA.

Por fim deixo aqui uma sugestão a ABGLT para apresentar um projeto de uma Parada Gay Nacional Reivindicatória em Brasília onde todos os grupos GLBT`S se mobilizariam para enviar delegações de ônibus.

Grupo Afirmação Homossexual Potiguar
José Dantas de Oliveira Filho" Enviado por email (CNN gay).

É um caso bem interessante a se pensar, não acham?



Escrito por Epa RJ BR às 01h02
[] [envie esta mensagem] []



Governo Federal solta nota de repúdio contra agressão na APOGLBT em SP e assassinatos em Recife

"A Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República emitiu nesta terça-feira, 12, uma nota oficial de repúdio à agressão sofrida pelo presidente da Associação da Parada do Orgulho GLBT de São Paulo, Alexandre Peixes, ocorrida na tarde de segunda-feira, dia 11. De igual forma, repudia também os assassinatos de três travestis no estado do Pernambuco, no último final de semana.

Segundo a Secretaria, tais atitudes ferem os princípios básicos da Declaração dos Direitos Humanos. "A homofobia, explícita na violência física ou moral, limita o exercício dos direitos de todo cidadão e não pode encontrar espaço em nossa sociedade. Um Estado Democrático de Direito não pode ser conivente com práticas sociais e institucionais que criminalizam, estigmatizam e marginalizam as pessoas por motivos de sexo, orientação sexual ou identidade de gênero."
 
por MixBrasil" Enviado por email (CNN gay).



Escrito por Epa RJ BR às 00h49
[] [envie esta mensagem] []



Séries Contra Homofobia, veja os vídeos

"Nestes vídeos está a preocupação da comunidade GLBT em alertar a todos contra a homofobia no país e o quanto é importante você saber onde está localizado o Centro de Referência da sua cidade mais próximo. Em caso de dúvida, denúncia entre em contato com eles.

 

Veja aqui as listas de Centros de Referência pelo BRASIL.

 

Centros de Referência Centro-Oeste e Sul - http://www.athosgls.com.br/militancia_visualiza.php?contcod=21363

Centros de Referencia Norte, Nordeste e Sudeste - > http://www.athosgls.com.br/militancia_visualiza.php?contcod=21362" Enviado por email (CNN gay).



Escrito por Epa RJ BR às 01h06
[] [envie esta mensagem] []



Brasil celebra Dia Nacional da Visibilidade Trans nessa terça-feira

"Nessa terça-feira, dia 29 de janeiro, celebra-se o Dia Nacional da Visibilidade Trans. Em várias cidades do Brasil organizações de defesa dos direitos humanos e dos GLBT se manifestam para celebrar a data.

Em São Paulo acontece o lançamento do documentário Eu sou é homem. Com roteiro e direção de Márcia Cabral, o filme mostra o universo de quatro homens transexuais, rodeados por desejos, esperanças, repressão, constrangimentos, entre outros sentimentos.

"O encantamento e a provocação deste documentário nos suscitam a repensar a vida e desconfiar que a verdade é mais do que nos foi permitido conhecer", afirma Cabral.

Eu sou é homem estréia nesta terça-feira, às 20h, na Sala Cinemateca (Largo Senador Raul Cardoso, 207 - Vila Mariana).

Já no Rio de Janeiro o Astra-Rio (Associação de Transgêneros do Rio de Janeiro) promove na Cinelândia um ato a partir das 17h. A intenção é cobrar a aprovação do PLC 122/06, o qual tramita no Senado e criminaliza a homofobia em âmbito nacional.

"Essa data é uma data de comemoração, organização política e social do movimento de travestis e transexuais. Simboliza o dia que queremos atrair a atenção para com o trabalho árduo que desenvolvemos diariamente. É uma data para dar visibilidade, mostrar nossa luta", salientou Majorie, presidente do Astra-Rio.

Em Nova Iguaçu (Rio de Janeiro) essa terça-feira será marcada com um ato público nas ruas da cidade. Organizado pelo Grupo 28 de Junho, o ato começa com concentração às 11h em frente a catedral Santo Antonio. Em seguida os manifestantes vão até a rua Nilo Peçanha onde será distribuída para a população uma carta aberta onde se explica a importância da data.

"A gente espera sensibilizar a sociedade e a própria comunidade GLBT, porque os transgêneros são vítimas de preconceito até dentro da própria comunidade GLBT", afirmou Eugênio Ibiapino, presidente do Grupo 28 de Junho.

A celebração da data acontece também em Porto Alegre, onde o Igualdade - Associação de Travestis e Transexuais do Rio Grande do Sul em parceria com grupos como o nuances, promove um ato na Esquina Democrática das 18h às 19h. Como parte da campanha nacional "Travesti é Respeito", o manifesto será marcado pela distribuição de panfletos que falam sobre o universo das travestis e transexuais e que pedem a criminalização da homofobia em âmbito nacional.

"A importância dessa data é mostrar que travesti é respeito. Eu fui profissional do sexo por 35 anos, mas sempre defendi que travesti tem que estudar, declarar e restituir renda, ser reconhecida. A exclusão é muito grande no Sul, principalmente o reconhecimento das travestis e profissionais do sexo. Temos que lutar contra o constrangimento, a favor do direito de alteração do nome, privacidade, entre outras coisas", salienta Marcelly Malta, coordenadora do Igualdade."

Fonte: G Online [http://gonline.uol.com.br/site/arquivos/estatico/gnews/gnews_noticia_20333.htm]

Parabéns a tod@s travestis, transexuais e transgêneros por mais este dia. Que toda a luta de vocês, assim como a nossa, consiga reverter esse preconceito que existe não somente da parte dos héteros em geral, mas de dentro de nós mesmos.



Escrito por Epa RJ BR às 01h05
[] [envie esta mensagem] []



Campanha pede o fim do termo lésbica

"Um grupo de lésbicas - ao qual não agrada serem assim chamadas - adotaram a palavra "gayelle" para que seja usada ao se referirem às mulheres homossexuais.

A proposta do novo termo, que na última quinta, 24, provocou numerosos e acalorados debates em uma rádio americana, é a soma de duas palavras: gay e elle - a primeira significa "homossexual" e a segunda, "ela", em francês. "A palavra lésbica é antiquada: não é representativa dos tempos modernos e das pessoas com um pesamento moderno. Lésbica não soa alegre e divertido, muito menos leve, como a palavra gay", diziam em seu site as proponentes da nova palavra.

A iniciativa partiu de um grupo de mulheres que, além de enviar milhares de mensagens eletrônicas às suas redes de contatos, embarcaram em uma missão ainda mais complicada: convencer o mundo familiarizado com a palavra "lésbica" que é chegada a hora de apagar dos dicionários este termo, em substituição de um mais apropriado e atual.

O debate sobre esta nova terminologia se deu, mais profundamente, nos Estados Unidos, onde habitualmente se utiliza o termo "gay" para definir tanto homens quanto muheres homossexuais. "Penso que seja o momento da comunidade feminina passar a ser chamada por um nome que a dignifique e não que a desagrade, como ocorre atualmente com a palavra lésbica", disse uma mulher que se identificou como uma "orgulhosa gayelle", no programa Elliot In The Morning, da rádio de Washington.
 
por MixBrasil" Enviado por email (CNN gay).

E então, meninas? O que vocês acham disso? Lésbica ou gayelle?



Escrito por Epa RJ BR às 00h58
[] [envie esta mensagem] []



Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro terá núcleo de acompanhamento de crimes homofóbicos

"Deu na coluna Gente Boa, do jornal O Globo. A Secretaria Estadual de Segurança do Rio de Janeiro terá em breve um núcleo de acompanhamentos de crimes homofóbicos.

As delegacias terão de mandar ao núcleo todas as denúncias e registros de ocorrências com vítimas homossexuais para que sejam acompanhados de perto. “Vamos monitorar tudo”, declarou Cláudio Nascimento, Superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.

A medida faz parte do programa Rio Sem Homofobia, que deve ser implantado largamente no Estado do Rio ainda este ano.
 
por Acapa" Enviado por email (CNN gay).



Escrito por Epa RJ BR às 00h55
[] [envie esta mensagem] []



I Encontro sobre Conferência Estadual GLBTT do Rio de Janeiro

"Em virtude do decreto publicado em 28 de novembro de 2007, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que convoca a 1ª Conferência Nacional de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (GLBT), a realizar-se de 21 a 23 de março de 2008 e objetiva propor as diretrizes para a implementação de políticas públicas e o plano nacional de promoção da cidadania e direitos humanos de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais, bem como avaliar e propor estratégias para fortalecer o Programa Brasil Sem Homofobia, determinando recomendações para a realização das Conferências Estaduais.

Com o intuito de apresentar o projeto para 1ª Conferência Estadual de Políticas Públicas para Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (GLBT) do Estado do Rio de Janeiro, convidamos o Movimento GLBT do Estado do Rio de Janeiro, Ong de Mulheres, Movimento Negro, Movimento ONGs Aids, Organizações de Direitos Humanos entre outras instituições que atuem com o tema da diversidade sexual para um encontro dia 31 de janeiro, às 15:00 horas, no Auditório do Palácio Guanabara, Rua Pinheiro Machado, s/nº, para apresentação do projeto da 1ª Conferência Estadual de Políticas Públicas para Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (GLBT) do Estado do Rio de Janeiro e receber sugestões para a construção do processo de organização da Conferência Estadual GLBT.
.
Contamos com a sua contribuição nesse possesso de construção da cidadania GLBT.

Favor confirmar presença com Maria Luiza, Vera Couto e Heliana Hemeterio.

Atenciosamente,

Cláudio Nascimento Silva
Superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos
Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos


Maiores informações:
Telefone: 2299-5391 e 2299-5402
e-mail: clá > udio.nascimentosilva@gmail.com" Enviado por email (CNN gay).



Escrito por Epa RJ BR às 19h23
[] [envie esta mensagem] []



Dia da Visibilidade Trans

"Dia 29 de janeiro é Dia da Visibilidade Trans. A data foi escolhida devido ao fato de que, em janeiro de 2004, no Congresso Nacional em Brasília, o Ministério da Saúde lançou a campanha "Travesti e Respeito", com o objetivo de sensibilizar educadores e profissionais de saúde e motivar travestis e transexuais para sua própria cidadania e auto-estima. Desde então, algumas cidades brasileiras programam atividades para celebrar a ocasião. Buscando apoiar as conquistas do segmento TTT – Travestis, Transexuais e Transgêneros, neste ano a Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual – CADS, lançou um edital em comemoração ao dia, com o objetivo de selecionar projetos de produções de vídeos documentários voltados ao segmento GLBTT, principalmente aos Transexuais, Travestis e Transgêneros, que divulgue a sua cultura de maneira positiva e inclusiva, além de combater quaisquer formas de discriminação. http://www.athosgls .com.br/militanc ia_visualiza. php?contcod= 22360 "Enviado por email (CNN gay).



Escrito por Epa RJ BR às 19h22
[] [envie esta mensagem] []



[ ver mensagens anteriores ]





Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, English, Informática e Internet, Cinema e vídeo, Jornais e Revistas
MSN - Pergunte



Histórico
Categorias
Todas as mensagens
Celebridades
Saúde
Livros
Mídia
Movimento GLBT


Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Plantão do Mastro
Usina Elmond - Romances de Diversidade Sexual
Grupo Arco-Íris de Conscientização Homossexual
ABGLT - Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais
Gay Brasil
Guia Gay Brasil
ABRAT GLS - Associação Brasileira de Turismo para Gays, Lésbicas e Simpatizantes
Armário X
GGB - Grupo Gay da Bahia
Mix Brasil
A Capa - Notícias
G Magazine online
GLS Planet
UOL Gay
Feira Moderna - Arte Homoerótica
Edições GLS - Grupo Summus
CNN Gay - Notícias
Cena Carioca
Adriana Nunan - Psicóloga
Rádio Web Circuito Mix
GLX
Klecius Borges - Terapeuta afirmativo para Gays, Lésbicas e Bissexuais
Gay Travel Brasil
G Brasil Turismo
Rio Gay Brasil - Turismo Gay
Boite1140 - Jacarepaguá
Boite Dama de Ferro - Ipanema
Galeria Café - Ipanema
Boate La Cueva - Copacabana
Boite Le Boy - Copacabana
Boite La Girl - Copacabana
Boite Cine Ideal - Centro
Boite Papa G - Madureira
ABIA - Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS
Café Cuba - Rio das Ostras
Up Turn Bar - Barra da Tijuca
Jornal O Sexo